Eduardo Ruman (In Memoriam)
Diretor-Presidente
Administrativo e Empreendedor
Denise Ruman
MTB - 0086489
JORNALISTA RESPONSÁVEL
The Biggest and Best International Newspaper for World Peace
BRANCH OFFICE OF THE NEWSPAPER "PACIFIST JOURNAL" in BRAZIL
Founder, President And International General Chief-Director / Fundadora, Presidente e Diretora Geral Internacional :  Denise Ruman - MTB: 0086489 / SP-BRAZIL
Local Chief-Director - Brazil / Diretora-Chefe Local - Brasil :  Denise Ruman
Mentor do Jornal / Mentor of the Newspaper  :  José Cardoso Salvador (in memoriam)
Mentor-Director / Mentor-Director  :  Mahavátar Babají (in memoriam)

Poemas e Poesias / 10/03/2021


“A Espada de Dois Gumes”.

0 votes
Biblicamente essa espada é citada como sendo capaz de discernir pensamentos, revelar a alma, separar juntas e medulas.

Fonte WPO NEWS
“A Espada de Dois Gumes”.

Biblicamente essa espada é citada como sendo capaz de discernir pensamentos, revelar a alma, separar juntas e medulas.
Em outras palavras, essa espada pode ser compreendida como uma atitude. Pode ser uma ação em prol de algum propósito que se queira desvendar segredos, ou esclarecer dúvidas, ou até mesmo elucidar fatos que parecem estar obscuros diante dos olhos.
Serviria também para retirar alguém de uma letargia, um marasmo, onde uma ou mais pessoas, ou até mesmo uma nação inteira, pode se encontrar.
Muitas coisas podem levar pessoas a não reagirem à determinados estímulos como a dor, frio, sede, fome, mas o pior estado em que alguém pode se encontrar é quando a desesperança, a desilusão, a sensação de abandono brota e cresce em sua alma. Isso sim, imobiliza um País.
Assistindo uma série a qual recomendo à todos os brasileiros, o “Brasil Paralelo”, observei como a história se repete, assim como o mal sempre sucumbiu diante da verdade e da justiça.
Por várias vezes, desde o início da nossa história, na formação e estruturação do nosso Brasil, houveram pessoas, classes sociais ou mesmo governamentais, com o interesse único de perverter a ordem, destruir a economia, afundar a nação em um caos, para que esses grupos de desesperados por poder e riquezas assumissem a direção do País. Sempre com a única finalidade de obter lucro e poder.
A metodologia aplicada difere com o tempo, mas o objetivo sempre foi, é e será o mesmo: o poder e a riqueza.
O interessante é que esses grupos heterogêneos à nação brasileira, não possuem um histórico de trabalho produtivo, planejamento, desenvolvimento científico, apelando para o intelectual, sem desprezar o nosso intelecto, ou nossa inteligência, mas usando a perversão de idéias, mentindo, modificando as obras dos que conquistaram, para montarem uma imagem, uma ilusão ou utopia de um País melhor, com paz, pouco trabalho, farta riqueza, abundância, etc. Assim, o povo enganado só percebe o golpe após cometerem o crime do erro nas urnas, sofrendo as consequências da irresponsabilidade.
Não existe almoço grátis. Ninguém compra um bem, sem trabalhar e conquistar a sua própria riqueza, com muito suor.
É exatamente sobre esse estado do cansaço dos justos, do suor dos simples, é onde essas pessoas ou grupos atuam, oferencendo um copo de água e prometendo uma fonte. O cansaço, o trabalho extenuante, as condições sócio-econômicas comprometidas que eles usam como o pivô do engano.
A nossa história está recheada de exemplos marcantes, desde a vinda do Rei Dom João VI, a inauguração de um novo tempo e de desenvolvimento social, intelectual e grandes aspirações financeiras no Brasil ainda colônia, que observamos o aparecimento dessa casta social, de maneira súbita criticando o que nunca tiveram capacidade de construir.
No Brasil império foi a mesma coisa, o País implorando para crescer e novamente surgem os críticos de obras prontas para fazer frente aos verdadeiros heróis da nação.
Retorno aqui ao início do texto, refletindo como a espada teve sua importância em todos esses momentos, nos livrando sempre de todas essas pessoas, teses e conflitos que nos ameaçavam. O levantar da espada, o jurar por uma Independência ou Morte, as tomadas das grandes decisões diante das ameaças, desde os primórdios, nos livraram do caos. Portanto, creio que o ensinamento está dado pelos nossos verdadeiros heróis da nossa história.
Basta a cada um de nós, principalmente os nossos governantes replicar de maneira vívida, o sentimento patriótico que tem nos feito um povo e um País há mais de 500 anos.
À espada, com fé na permanente vitória.
Que Deus lute conosco na libertação de nossa Pátria amada, Brasil.

Embaixador Dr José Rogério Mendes Glória
WPO

Comentários
0 comentários


  • Enviar Comentário
    Para Enviar Comentários é Necessário estar Logado.
    Clique Aqui para Entrar ou Clique Aqui para se Cadastrar.

Ainda não Foram Enviados Comentários!
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO
  • ESPAÇO PUBLICITÁRIO

Copyright 2021 - Jornal Pacifista - Todos os direitos reservados. powered by WEB4BUSINESS

Inglês Português Frances Italiano Alemão Espanhol Árabe Bengali Urdu Esperanto Croata Chinês Coreano Grego Hebraico Japonês Hungaro Latim Persa Polonês Romeno Vietnamita Swedish Thai Czech Hindi Você